RSS

Marca Páginas – O Prêmio Darwin de Wendy Northcutt

24 jul

capa do livro - O Premio Darwin

Não sei exatamente o porque mas hoje me deu vontade de escrever sobre um livro animado. Acho que é por causa do pouco sol que fez aqui em Curitiba quando acordei.

Já que hoje o objetivo é rir, vou indicar “O Prêmio Darwin“.

Vocês não deveriam rir desse livro, sério. É macabro rir desse exemplar, estaremos rindo da tragédia.

Em O Prêmio Darwin estão reunidas histórias, verídicas, que pessoas que morreram, ou se feriram gravemente, causando esterilização, fazendo coisas estúpidas.

O livro é uma obra irônica, fazendo clara referencia a Charles Darwin, criador da teoria evolucionista que afirma que ‘os mais aptos sobrevivem’, nas histórias de O Prêmio Darwin os indivíduos relatados não são nem um pouco aptos então, parte – se do princípio que os ganhadores do prêmio estariam contribuindo para a evolução da espécie humana ao eliminar seus ‘maus’ genes. Eles, com suas idiotices estão privando a humanidade dos ‘genes inferiores’ aprimorando as condições de vida e chances de sobrevivência da espécie; sem um ‘retarda-otário’ para atrapalhar.

Tudo começou com a circulação de mails e discussões no grupo Usenet. Os primeiros registos dos Prêmios Darwin apareceram em 1985, relatando uma morte absurda relacionada com uma máquina de escrever.

Mais tarde, a partir de 1991, começaram a surgir mails autorizados intitulados “prêmios Darwin 1991”, mas variando com o ano. Também apareceram vários sites relacionados com o tema. O mais conhecido é o “darwinawards.com” dirigido por Wendy Northcutt, escritor também de vários livros sobre os prêmios Darwin.

Sinceramente, espero que você, leitor, nunca faça parte do Darwin Awards, mas seu souber de algum vizinho, tio, primo, parente longínquo que, talvez, se encaixe, saiba que existem regras básicas para conseguir entrar na lista do O Prêmio Darwin aí vão as regras:

Incapacidade de gerar descendência – através da própria morte ou esterilização

Excelência – forma sensacional e estúpida com que comete o erro. Incrível desuso da lógica e da razão.

Auto-seleção – Causa o desastre por si mesmo; com mérito incondicionalmente individual.

Maturidade – O indivíduo deve estar em total uso das suas capacidades mentais e físicas. Deve possuir capacidade de julgamento e raciocínio.

Veracidade – O evento tem de ser verificável. Excluem-se as lendas urbanas.

Esse livro é muito comédia, sei que não devia falar isso mas não consigo imaginar quem, a não ser um idiota, tentaria colocar uma estaca no peito para completar a fantasia de vampiro!

Com uma leitura rápida e descontraída e baldes e mais baldes de humor negro é diversão na certa. Em alguns pontos do livro você se pega pensando: quem seria tão idiota a ponto de fazer isso? E aí lembra que, infelizmente, as histórias são verídicas o que piora, ou melhora (não sei), o humor no livro.

Não há muito o que falar desse livro, na verdade. Estou indicando-o para que vocês o leiam e contem, discutam as histórias depois e, obviamente, riam muito. Afinal, não há muito mais o que fazer, já estão mortos ou estéril, nossa única saída é honrá-los de uma maneira irreverente; rindo como agradecimento por terem eliminado seus genes da face da Terra, economizando idiotas para o resto da humanidade.

“Darwin Awards: We watch the watchman watch the watchmen.”
When natural selection deems that an individual’s highest cause is to serve as a warning to others, who are we to disagree?
The next generation is descended from one fewer idiot, ever and anon.

(“Prêmio Darwin: Nós assistimos o vigia assistir as sentinelas”

Quando a seleção natural decide que o maior objetivo de um indivíduo é servir de aviso para os demais, quem somos nós para discordar?

A próxima geração é provida com um idiota a menos, de tempos em tempos.)

Para quem se interessou e quiser ler sobre algumas das mortes mais bizarras entre nesse site aqui e divirta-se.
Ainda em tempo: lembra do padre com os balões??? Pois é, ele foi incluso no Darwin Awards, em 2008!

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em julho 24, 2012 em Livros

 

Tags: , , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: