RSS

Pipoca com Manteiga – Os Delírios de Consumo de Becky Bloom

06 set

“Baseado em dois livros da obra de Sophie Kinsella (Os Delírios de Consumo de Becky Bloom e Becky Bloom: Delírios de Consumo na 5ª), essa comédia romântica apresenta o mundo glamoroso da cidade de Nova York, cenário perfeito onde a jornalista Rebecca Bloomwood, uma garota adorável e divertida, tem seus melhores momentos do dia fazendo muitas compras.

Certo dia ela se vê demitida de seu emprego e descobre que deve mais de 16 mil dólares em seus cartões de crédito, todo dinheiro gasto apenas em roupas e acessórios. Com tal problema, decide partir em busca de um emprego em sua revista de moda favorita, mas só consegue chegar à porta da revista até, ironicamente, conseguir um emprego como colunista em uma revista de finanças publicada pela mesma editora.

Apresentando uma visão totalmente diferente do que vemos nas colunas de finanças, Rebecca se destaca e acaba fazendo sucesso junto aos leitores da revista onde trabalha, apresentando muito mais vida a esse tema e fazendo com que as mulheres como ela passem a se interessar pelo assunto. Tal atitude desperta a atenção de seu editor, Luke Brandon (Hugh Dancy), que acaba acreditando em seu potencial, graças a sua ousadia. Quando tudo parece ir bem, ela volta a ter problemas, quando se vê forçada a fugir de um neurótico cobrador de dividas que começa persegui-la. Além disso, Rebecca nunca deixa de lado seu desejo compulsivo de compras.”

Não me lembro do filme ter sido tão empolgante quanto a sinopse diz que ele é. Na verdade, achei bem fraquinho.
A ideia de colocar a guria como colunista de finanças com a qual ela faz sucesso, justamente, por “traduzir” os termos para uma linguagem mais acessível e maleável, principalmente, ao público feminino foi bem interessante, mas é só.

Eles tentaram, ao que parece, dar um tom cômico à história mas o enredo não me pareceu permitir essa adaptação, o engraçado já deveria estar incluído na personagem e não ser necessário forçar o humor.

Alguns comparam esse filme ao “O Diabo veste Prada”. Sinceramente, eu acho que não tem nada a ver, apesar de O Diabo veste Prada” trazer vários elementos do consumismo e tal não se assemelha nem um pouco ao tema abordado em Os Delírios de Consumo de Becky Bloom, além disso as roupas em “O Diabo veste Prada” são infinitamente mais elegantes e bonitas do que aquelas coisas master coloridas e até bregas que aparecem em Os Delírios de Consumo de Becky Bloom.

Teve uma cena, que eu achei bem divertida no filme que foi quando ela tira, de dentro de um cubo de gelo gigante, um cartão de crédito e o adora como se fosse um deus. Nessa cena, admito, eu vi beleza, achei que foi bem pensada.

O filme é interessante porque mostra o lado consumista da sociedade e como isso pode afetar a vida as pessoas, no entanto eu achei ele muito fraquinho, poderiam ter feito um produção bem melhor do que esse humor barato, que foi o que saiu.

Caso, nesse feriado, você esteja entediado sem saber o que fazer ou assistir, acho válida a ideia de ver Os Delírios de Consumo de Becky Bloom, contanto que assista-o com a consciência de não esperar muito do longa, para não se decepcionar, é um entretenimento, razoável pra assistir, de preferência, com alguma mulher por perto já que a história é mais voltada ao público feminino do que ao masculino.

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em setembro 6, 2012 em Filmes

 

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: