RSS

Pipoca com Manteiga – Corpo Fechado

04 out

 

“David Dunn (Bruce Willis) apanha um trem de Nova Iorque para Filadélfia, após uma entrevista de emprego. O comboio sofre um acidente e colide com outro em sentido contrário, morrendo 131 passageiros.

David é o único sobrevivente. Não só está vivo, como saiu absolutamente ileso da horrível batida. Intrigado e confuso com o sucedido, David encontra um estranho indivíduo, Elijah Price (Samuel L. Jackson), o excêntrico proprietário de uma loja especializada em HQs raros, chamada “Limited Edition”, que pretende explicar-lhe que existem pessoas no mundo que são indestrutíveis”

 

A primeira vez que meu pai estava assistindo esse filme eu era muito nova para prestar atenção, mas depois de um tempo, quando meu senso crítico já estava mais desenvolvido acabei por ver, mais uma vez, essa história e achei ela incrível!

O filme é meio que a realização dos sonhos de todo nerd.

Ele conta a história de um homem comum, com problemas comuns, mas que se descobre um “super-herói”.

Acho que o filme não ficou forçado, ele parte de uma lógica própria, porém real. O cara não voa, não foi atingido por raios gama e nem picado por um aranha, ele nasceu assim e ponto.

O longa é uma produção de um dos meus diretores preferidos o M. Night Shyamalan.

Eu, simplesmente, acho esse cara genial, ele consegue transformar qualquer história, que a principio seria boba, em um filme louvável. Ele tem a sensibilidade para perceber os detalhes, que são importantes para a história, aquelas sutilezas que faz o público ir ao delírio, além disso, obvio que ele conhece o estilo que os seus fãs gostam. Até hoje não vi ninguém que se diz admirador do trabalho do Shyamalan pagar pau para filminhos qualquer por aí, sem conteúdo nenhum.

Todos os filmes são pensados para um público específico, o dele que, acredito eu, é formado por pessoas que preferem não só filmes de suspense mas qualquer gênero que nos deixe com a pulguinha atrás da orelha.

Agora que eu estou estudando sobre persuasão e afins os filmes dele ficam muito mais interessantes.

Voltando ao filme: Corpo Fechado, é um dos melhores filmes que eu já vi.

Fotografia muito bem feita, interpretações impecáveis, tanto do Bruce Willis, que deu um quê a mais no longa, quanto do Samuel L. Jackson que interpretou um dos melhores vilões que eu me lembre.

Como, apenas, entretenimento o longa é muito bom mas se você começar a assistir o filme pensando: mas o que que ele quis dizer com isso? O filme se torna ainda mais interessante.

Acredito que a melhor coisa nesse filme, assim como em todos os filmes do Shyamalan, é que você não sossega nem um minuto.

O roteiro, a fotografia, figurino, iluminação… tudo fazem com que você fique querendo adivinhar a próxima cena e o melhor é que as chances de acertar são mínimas. Gosto desse tipo de filme que te convida à participar. É bom discutir com aquilo que estamos assistindo.

Corpo Fechado não permite que o telespectador fique vegetando em frente a TV, o filme exige e obriga que sejamos ativos perante aquilo que estamos visualizando e ouvindo.

Os dramas, reais, do personagem conferem ao filme um tom mais sentimental, portanto, não se surpreenda se, por acaso, uma lágrima rolar no meio ou no final do filme. É completamente aceitável, os atores e o diretor conseguem nos envolver na trama que acabamos vivendo aquilo. Verter uma lágrima ou outra é compreensível, quem sabe até um berreiro.

Não se envergonhe, só bata no peito e fale “Cara, que P*ta filme!”

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em outubro 4, 2012 em Filmes

 

Tags: , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: