RSS

Arquivo mensal: dezembro 2012

É amanhã!

 

É amanhã que eu embarco com destino a Frankfurt!

Estou ansiosíssima talvez com um pouco de medo e bem nervosa. Ontem não teve publicação aqui no Caracol Conceptual airplane scene with Earth globe in background - 3d renderporque eu estava lutando com a minha mala; eu tenho muita coisa para carregar, além das minhas roupas tenho ainda um presente e duas garrafas de bebidas que embarcarão comigo. Achei que iria ultrapassar o peso permitido mas ficou bem longe disso, eu posso levar 32kg mas minha mala só pesa 24,2kg. Fiquei bem feliz com isso, afinal quem terá que carregar esse trambolho serei eu!

Ontem, eu pensei em nem arrumar a mala, voltei de Bituruna, pegamos um trânsito gigantesco na estrada e chegamos muito tarde, estava cansada mas aí pensei que hoje eu iria estar mais ansiosa que ontem e não pensaria direito. Arrumei a mala ontem mesmo, terminei quando era meia-noite e alguma coisa, mas esta tudo ok, hoje só vou dar mais uma conferida e fechar tudo. A parte mais importante, que são os documentos, está tudo certo, é só dar um jeito de colocar tudo na minha mochila, sem ultrapassar 5kg para ser minha mala de mão (isso está beeeeem difícil, admito).

Amanhã meu voo sai as 8:58h da manhã do aeroporto Afonso Pena, mas já estou me programando para acordar umas 5:30h para tomar banho e tal; eu sei que vocês podem pensar que isso é muito cedo e tal mas vale lembrar que eu tenho duas irmãs… e boooom pela demora que elas levam para se aprontar acho melhor eu acordar mais cedo e ir acordando todo mundo pelo caminho.

Eu estou bem preocupada com a viagem, porque tinha muita coisa para fazer e não consegui terminar nem metade. Estou falando dos meus trabalhos da faculdade, não dei conta de finalizar tudo e isso esta me preocupando muito, não queria viajar com tantas pendências assim mas terei e isso fez eu me decepcionar muito comigo mesma. Pensei em terminar mais um deles hoje, mas não estou com cabeça para isso, então é melhor deixar quieto e tentar fazer lá, se eu não conseguir, paciência!

mala viagem2Minha última semana no Brasil esta sendo boa… para lembrar, fui pra casa revi vários parentes que não via há muito tempo, passei o Natal com eles e foi divertido, comi as coisas que tenho certeza que vou sentir falta e dormi no meu travesseiro de penas (ai ai é tão gostoso). Estão rolando muitas apostas por aí, de quem vai chorar amanhã no aeroporto, todos apostam na minha mãe; ela é a única que temos certeza.

Bom gente, hoje não tem muita coisa para falar. As histórias, na verdade, começarão a partir de amanhã. O Caracol, provavelmente, vai ficar um tempo desatualizado, por favor entendam e me perdoem; assim que eu puder postarei mais sobre a viagem e, claro, algumas fotos, que não fazem mal a ninguém.

Agradeço a torcida de todos e peço que continuem torcendo, afinal, isso nunca é demais. A única coisa que me resta agora é desejar que as condições climáticas estejam boas amanhã e dia 28 para que seja tudo tranquilo. Um beijo a todos e nos vemos logo, eu espero!

Anúncios
 

Tags: , , , ,

Kindle – Vantagens e Desvantagens

Queridos leitores deste Blog

Hoje nós teremos um post extra devido o lançamento do Kindle no Brasil.

Acho que todos que acessam este Blog devem gostar, no mínimo um pouco, de ler, por isso resolvi escrever Kindle-brasil-bolsosobre o Kindle.

Eu tenho um aparelho Kindle desde julho deste ano, ganhei de aniversário das pessoas mais lindas do mundo, ganhei o presente do, querido, Lucas Radaelli em conjunto com minhas irmãs; para ser bem sincera esse ano eu ganhei os melhores presentes até então. Pelo menos os que eu mais gostei e que mais estou usando, acertaram muito! Retomando, por eu já possuir o Kindle tenho um pouco de autoridade para falar sobre o produto, simplesmente por já ter uma experiência com o equipamento. Vi que, no Brasil, o Kindle que será vendido não é sensível ao toque, como o meu é, não vou saber explicar qual a real diferença entre o meu e o que esta sendo vendido por aqui mas falarei do produto como um todo.

Vi que o Kindle, esta sendo vendido no Brasil por R$300,00 e por mais que vocês digam que é caro e tal; a longo prazo vocês vão perceber que fizeram um ótimo negócio comprando esse aparelhinho de cerca de 200g.

Vou listar aqui as vantagens e desvantagens do Kindle:

Desvantagens:

  • Leitor digital: muita gente não gosta de não ter o livro, o que pode ser uma trava na compra do Kindle.
  • kindleNem todos os livros tem e-books: isso é verdade, alguns livros demoram um pouco mais para sair o e-book, mas, agora com o Kindle no Brasil acho que o tempo de espera será muito menor
  • Incompatibilidade de arquivos: livros em PDF podem ser lidos no Kindle mas a qualidade não se compara aos arquivos próprios do Kindle. Eu li vários livros em PDF, mas depois que li um no formato próprio do Kindle, desisti dos PDF’s. Outros formatos também são aceitos mas nenhum tem tão bom desempenho quanto o formato próprio do Kindle.
  • Não tem internet: o Kindle tem internet Wi-fi sim, porém navegação na web… esqueça é uma porcaria, a wi-fi do Kindle serve para você compartilhar as notas e marcações que você faz.
  • Kindle Brasil não é sensível ao toque: acho que isso não é grande desvantagem no Kindle, claro que o toque favorece mas não vejo impedimentos em uma boa leitura só por esse detalhe.

Vantagens:

  • Luz: O Kindle não tem emissão própria de luz, o que significa que você não pode ler no escuro, isso poderia ser uma desvantagem se essa característica não fosse proposital visando a economia de energia e para não cansar os olhos de quem esta lendo (sério, não cansa mesmo)
  • Arquivos em áudio: o som do Kindle é muito bom, e aceita MP3.
  • Vários livros: para quem gosta de ler é perfeito… eu carrego cerca de 840 livros, na bolsa, e eles só pesam 200 gramas!
  • Leitor de Tela: o Kindle tem um sistema que lê os livros para você, no meu esse leitor só funciona kindle1para livros em inglês e no formato próprio do Kindle, mas acredito que agora eles vão fazer com que funcione em português também.
  • Compacto: quando o Lucas me levou para buscarmos o Kindle, como eu não tinha onde guardar, ele colocou o aparelhinho no bolso e nós fomos tomar um sorvete.
  • Bateria Interminável: como não emite luz própria o Kindle economiza muita bateria. Lembro que eu devo ter lido, sem parar, por cerca de um mês e meio sem precisar colocar o Kindle carregar.
  • Notas e Marcações: o meu, como é sensível ao toque, fica muito fácil de fazer notas e marcações nele, é só eu arrastar meus dedos, não sei como isso funciona no Kindle não sensível ao toque, mas é uma das ferramentes que mais utilizo. E o melhor, dá pra compartilhar no twitter e facebook tudo que você achar legal.
  • É barato: Sério, o Kindle pode não ser barato agora, mas ele vai se tornar! Não sei quantos livros eu já li no Kindle, mas tenho certeza que se eu fosse comprar eles nas livrarias eu já teria gastado muito mais que os R$300,00 que estão pedindo pelo Kindle.
  • Compartilhamento de Arquivos: meus amigos me passaram vários arquivos no formato do Kindle e em PDF. Isso significa que você não precisa comprar só da Amazon, você pode compartilhar os aquivos com seus amigos (foi o que fiz) e economizar na compra. Isso é bem democrático, sem falar nos vários podcasts que você pode baixar completamente de graça nos diversos sites e programas que tem por aí
  • Peso: levinho, levinho.

Se eu fosse dar um conselho para vocês, que realmente gostam de ler , é: Comprem o Kindle, vale muito a pena. Eu mesma não gostava de ler livros em leitores digitais, achava meio chato e adorava ter o livro, físico, porém depois de uma semana com o Kindle eu já mudei de ideia por questão de caber mais livros em um lugar só, ser mais econômico e o principal motivo eu estava lendo um livro bem grosso, seria muito pesado ficar carregando o que atrasaria a leitura, mas com o Kindle isso não aconteceu.

Eu gostei bastante do Kindle, fiquei bem feliz por ele estar sendo vendido no Brasil e recomendo, muito, a compra. Vale a pena investir no Kindle!

 
1 comentário

Publicado por em dezembro 20, 2012 em Uncategorized, Vida Besta

 

Tags: , , , , , ,

Pipoca com Manteiga – O Dia Depois de Amanhã

diadepois

Teoricamente, hoje é o último dia útil do mundo, e amanhã ninguém mais irá existir para contar sua história. Maaaas isso é em teoria, na prática a coisa é bem diferente.

A grande questão é que ninguém sabe dizer ao certo como o mundo vai acabar. Iremos todos morrer? Seremos invadidos por et’s? (se for isso, aliens não são mais bem vindos nesse Blog) ou vai ter o apocalipse zumbi? – Não sei, ninguém sabe, só nos resta esperar até amanhã e ver se vai acontecer alguma coisa ou se vai ficar tudo a mesma m*.

Desde que eu me conheço por gente eu tenho resistido ao fim do mundo, desde os anos 2000 até o assustador 06/06/06 ….

Pensando nos fins do mundo que já passamos eu resolvi escrever hoje sobre o filme O Dia Depois de Amanhã, porque… né. Obvio.

“ A Terra sofre alterações climáticas que modificam drasticamente a vida da humanidade. Com o norte se o_dia_depois_de_amanha_2004_gresfriando cada vez mais e passando por uma nova era glacial, milhões de sobreviventes rumam para o sul. Porém o paleoclimatologista Jack Hall (Dennis Quaid) segue o caminho inverso e parte para Nova York, já que acredita que seu filho Sam (Jake Gyllenhaal) ainda está vivo.”

Existem vários outros filmes sobre o fim do mundo para se falar a respeito, mas eu escolhi esse porque acho a hipótese mais real, na verdade, não o vejo como tão absurdo quanto os outros e também porque caso realmente aconteça, temos que saber o que fazer no dia depois de amanhã. Eu sei que a primeira coisa que farei é invadir uma loja de armas e um supermercado – Comida e Proteção = Sobrevivência – o resto a gente vê depois.

Eu achei O Dia Depois de Amanhã, um filme muito legal, pra falar a verdade. Conheço muita gente que não gostou e tal mas eu achei ele bem interessante. Claro que tem seus erros como em todo filme mas, ainda assim, tem um lógica interessante.

Os atores são muito bons, e a parte mais chata é a parte do mimimi do casalzinho, mas acontece.

o_dia_depois_de_amanh_Uma das coisas que fiquei puta com o filme foi quando a galera começou a queimar os livros da biblioteca. Sério, fiquei com muito ódio no coração por causa daquilo. Aí você me diz – mas eles tinham que achar combustível para o fogo, eles tinham que se aquecer. Ok, ok, eu concordo com isso o que me revoltou é terem usado os livros! Existiam na biblioteca, várias mesas, cadeiras, bancos, suportes, sofás tudo de madeira (que todos sabemos ser um melhor combustível que papel) e os caras vão lá e me usam OS LIVROS?! Que palhaçada é essa?

Uma das partes do filme que achei bem bolada foi quando o Jack (pai do Sam) esta com seu outro companheiro na barraca e vão jantar, aí ele puxa a terceira caneca, que é a do cara (qual não lembro o
Os efeitos especiais desse filme são um detalhe a parte porque ficaram muito bons, a Estátua da Liberdade congelada, ficou bem marcante. Acho que o mais legal em O Dia Depois de Amanhã é que ele nos faz refletir sobre essa onde de poluição e degradação ambiental que estamos vivendo, ele usa elementos que estão acontecendo para montar o longa e achei isso muito válido porque assim você se obriga a pensar um “será?”. Outra coisa: os países até então marginalizados como uma das únicas formas de salvação e como os nossos líderes políticos são uns bostas em situações complicadas. Sério, todo mundo correu pra América Latina e América do Sul para sobreviver (se eu fosse presidente ia mandar exigir o Visto, de estada temporária, de todo mundo, só pra sacanear). Por que eu disse que nossos governantes não servem para nada? Bom, tem uma cena do filme que um enfermeiro esta socorrendo uma pessoa aí chega a mala do presidente querendo fazer moral e só atrapalha, o enfermeiro, sem olhar, dá um chega pra lá no cara e depois ele vê quem

é e diz “Desculpe Sr. Presidente” mas ainda assim o presidente não serve para porcaria nenhuma, ele fica lá, todo pimpão, passeando entre as vítimas fazendo um social enquanto tá todo mundo trabalhando para ajudar. Perceberam, esses nossos políticos não farão a mínima diferença em uma situação complicada, só servem para atrapalhar. Pensando nisso eu acho que todo mundo, para se prevenir: fique perto de alguém com atitude mais firme, pessoas dispostas, estratégicas e espertas(isso é muito necessário). Em situações difíceis são necessários líderes e não políticos; fiquem perto de pessoas úteis e não de pessoas import

the-day-after-tomorrow-5056eba7597ba

antes, normalmente as “pessoas importantes” são as mais inúteis porque estão muito acostumadas a dar ordens e não fazer nada. Mas olha eu dando conselhos para o fim do mundo (hahaha). nome) que estava com eles mas que tiveram que abandonar. Achei que essa parte ficou boa porque estamos muito acostumados a todos os, diretamente, envolvidos com os personagens principais não sofrerem tantos danos, aí quando um desses personagens importantes, mas secundários, morrem dá ao filme um ar mais realista. Porque sabemos que, caso o fim do mundo aconteça mesmo amanhã, nossos amigos (ou nós) morreremos em algum momento, é a vida.

Finalizando… o filme é bem interessante, perfeito para se assistir hoje, acho que combina muito bem. E, se o mundo não acabar amanhã, o texto valeu para nos prepararmos para a próxima data que, com certeza, será marcada ou descoberta em breve, mas se der merda: Boa sorte a todos!

 
Deixe um comentário

Publicado por em dezembro 20, 2012 em Filmes, Uncategorized

 

Tags: , , , , , , , , , , , ,

Marca Páginas – O Hobbit de J.R.R. Tolkien

hobbit

Já que é o assunto da semana vamos falar sobre O Hobbit!

“Inesperadamente, Bilbo Bolseiro, um hobbit de vida confortável e tranquila no Condado recebe a visita de 13 anões e Gandalf que o arrastam em uma jornada através das montanhas e das terras ermas enfretando trolls, orcs, wargs, elfos para o resgate de um tesouro muito bem guardado por Smaug, o dragão. Bilbo se vê em diversas confusões e encontra algo que mudaria não só sua vida como de toda Terra-Média.”

Sinceramente, acho que não é necessário vocês lerem o post de hoje, eu explico o porque. É porque, esta claro que eu vou ficar babando ovo né. Então pare por aqui e vá fazer um bolo.

Ok, você ainda não parou… tudo bem, darei uma segunda chance, vamos lá… quem sabe um pudim?

Como a vossa senhoria é persistente hein! Beleza, quer ler o que eu tenho pra falar de O Hobbit, então vamos lá.

O Hobbit é incrível, simplesmente. É uma leitura muito ágil e gostosa cheia de aventuras na Terra-Média e laços de amizade sendo formados, comidas diferentes, sair da zona de conforto, tudo aquilo que esperamos de uma boa viagem entre amigos, certo? Com a diferença de não enfrentamos orcs, trolls ou tendo que negociar com ursos e águias pelo caminho e infelizmente não nos encontramos com elfos.

Publicado originalmente em 21 de setembro de 1937 O Hobbit é um livro infantil. Siiim, queridos homelesses O Hobbit não foi pensado para adultos e sim para crianças, por isso a agilidade na leitura, mas, na boa, quem se importa com isso? O livro é muito bom e pode ser lido em qualquer idade, que não perde a magia.

Muitos aqui já devem ter lido O Senhor dos Anéis, muitos acharam chato (hereges) por ser muito descritivo, uma leitura pesada e as vezes até massante; para as pessoas que não gostaram de ler O Senhor dos Anéis mas se recusam a falar mal de Tolkien eu sugiro que dê uma lida em O Hobbit, isso porque o andamento da história de Bilbo é muito mais rápida e emocionante que a saga do anel com o Frodo. Aliás, o Bilbo é muito mais interessante e divertido que o Frodo, pelo menos na minha opinião.

Enquanto eu lia O Hobbit eu só fiquei meio de cara com uma coisa, e não tinha nada a ver com o livro, é só minha memória falha, o nome dos anões. É muito anão para lembrar o nome e são todos muito parecidos, mas isso é o de menos, você pode sempre voltar uma ou dias páginas e lembrar quem é quem.

Acho que todo mundo tem uma parte preferida em cada livro. Em O Hobbit uma das partes que achei mais interessantes foi quando Gandalf pediu hospedagem para todo mundo. Eu me diverti com a astúcia dele, em mandar a galera ir aparecendo aos poucos para não assustar o anfitrião; outra parte muito legal é o jogo de adivinhas entre Bilbo e Smeagol… teve umas que eu não adivinharia.

O primeiro livro que eu li de Tolkien foi O Senhor dos Anéis mas acredito que, se você ainda não leu nada dele e quer começar… e gostar mesmo, acho que deve começar a leitura por O Hobbit, depois Senhor dos Anéis, mas faça o que fizer não comece por O Silmarillion, você vai desistir nas primeiras páginas, se não tiver uma tradição anterior com Tolkien, mas porque eu recomendo iniciar por O Hobbit, é porque dessa forma você já vai conhecer os personagens, as ‘raças’ da Terra-Média e costumes já estarão mais claros na sua cabeça e você vai saber da onde o Um Anel surgiu e como foi parar nas mãos de um Bolseiro. O Hobbit é o início de tudo, por isso sugiro que comece a leitura por ele, além de ser super leve.

Muita gente, tem dito que três filme de O Hobbit é desperdício, só pra arrecadar dinheiro, a maioria das pessoas que fala isso não leu o livro. Eu acho que três filmes não é nenhum desperdício porque no livro, por mais que ele seja fino, acontece muita coisa, em duas páginas a história dá múltiplas reviravoltas por isso três filmes não é nem um pouco de exagero.

Se você não leu, corre que ainda da tempo de pedir de presente de Natal e com a certeza que será um dos melhores, senão o melhor, presente que você vai ganhar nesse 25 de dezembro!

 
Deixe um comentário

Publicado por em dezembro 18, 2012 em Livros, Uncategorized

 

Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,

Mãe, não quero mais ir!

Saudações terráqueos, ou não, aliens também são bem vindos!

Vim narrar para vocês mais um episódio das minhas aventuras, ou melhor, desventuras a respeito da viagem.

Estamos na reta final. Só tenho, inteira, mais semana que vem e daí já embarco, vocês devem imaginar que eu tô empolgada e contando os segundos… só que não; tenho um monte de coisas para organizar, trabalhos para fazer, provas para estudar etc etc esses detalhes que incomodam.

Essa semana, principalmente, foi foda. Me vi completamente sozinha e desorientada, eu tive que tomar partido de tudo e não tinhwhy_so_alonea NINGUÉM para me ajudar, meus pais moram longe, então nem tinham o que fazer, profissionais que não queriam colaborar muito, pessoas sem tempo para ir comigo nos lugares e mais um monte de outras coisas que foi pesando, pesando, pesando, até que eu não aguentei mais e na terça-feira, quando minhas irmãs não estavam em casa, I failed; tranquei a porta do banheiro, sentei de baixo do chuveiro ligado e chorei, como se não houvesse amanhã e, pela primeira vez, depois que soube do intercambio, torci para que o mundo acabe no próximo dia 21/12.

Essa semana eu devo estar um porre de tão chata, só sei falar de documentos que tenho que providenciar, pagamento da bolsa que não sai, comprar algumas coisas que tenho que levar, que acabarão saindo meio caras, e como vou enfiar tudo isso na mala. Além, é claro, de estudar para as quatro provas que foram marcadas, tirar xerox de uns livros de última hora que me passaram e tentar terminar os trabalhos que me deram, um entreguei quinta e outro eu preciso terminar até quarta-feira. Tá complicado.

Infelizmente a minha total desanimação teve seus indícios semana passada, mas eram fracos demais para serem preocupantes; no sábado foi a primeira vez que eu fiquei desorientada e acabei perdendo a noção lógica das coisas, depois disso teve terça e acho que na quarta-feira, quando minha mãe me ligou eu disse:

Mãe, não quero mais ir viajar! Tá dando tudo errado, não quero mais ir.

Esse foi meu ápice de desanimação. O pior de tudo é saber que ninguém esta disposto a entender, na verdade, todas as pessoas com quem converso só sabem falar imperativamente, o que tem me deixado ainda mais puta da vida e desanimada, talvez isso seja um pouco de culpa minha também, porque pra conseguir alguma informação de mim é preciso um interrogatório primeiro. Ou talvez, eu esteja stressada e as atitudes comuns me parecem agressivas, agora (hipótese mais provável).

O fato é que estou completamente desanimada com a perspectiva da viagem.

stressPior que estar desanimada é que estou sem nenhuma paciência para nada o que tem feito eu ser chamada de grossa todos os dias mas, poxa, a pessoa não me ajuda em porcaria nenhuma e vem me encher o saco pra eu ouvir os problemas dela ou ver se a maquiagem tá bem feita…. aaah dá licença, tenho outras preocupações no momento e se não ajuda pelo menos que não atrapalhe.

Aaahwn, na boa, não sei se esse Intercambio veio no momento certo da minha vida. Não faço a menor ideia do que fazer depois da faculdade, estou infeliz comigo mesma por não estar dando conta das minhas metas e por outras coisinhas mais (que não quero falar), a falta de colaboração esta muito evidente e estou achando que não conseguirei aproveitar nada dessa viagem. Com a greve da UFPR atrasou todo o calendário e por isso meus professores me encheram de materiais para eu fazer a distância. Vai ser bom terminar o semestre? Vai, eu não iria nem optar por outra coisa, só acho que os conteúdos que me deram ficaram muito esparsos, alguns trabalhos só consigo finalizar depois que as aulas em Coimbra já tiverem começado e se é pra fazer uma coisa mal feita não vejo motivos do porque fazer, ainda assim vou tentar levar, se eu perceber que não darei conta, reprovo na disciplina e atraso um ano minha formação (que bosta).

Uma coisa que contribuiu para essa minha desanimação foi o meu Teste Oral de Inglês, o assunto era Planejamentos e no meio da conversa a professora perguntou sobre planejamentos futuros, minha colega (fizemos prova em duplas) começou a tagarelar e quando foi a minha vez percebi que não tenho nenhum plano legal para o futuro, todos eles são tão ridículos ou tão impossíveis e utópicos que me fizeram cair de cara no chão.

Eu não tenho nada de especial, sério, sou uma pessoa comum como qualquer outra, isso significa que a minha influência no mundo não é muito grande para que eu me sinta importante, ainda assim tenho alguns amigos, um, em especial, que desde o primeiro dia que o conheci, e depois do primeiro trabalho que apresentamos em sala ele disse para mim que acreditava muito no meu potencial e que eu tinha muitas coisas para realizar na vida; essa pessoa, super linda, estuda comigo e se chama Paulo, muitas coisas que fiz, ao longo do curso foram mais por incetivo deleplanos do que por vontade própria, em alguns momentos eu não estava com vontade nenhuma de fazer os trabalhos e pronta para sair da sala quando ele virava e me convidava como dupla; como ele sempre ‘acredita’ em mim e como gosto muito dele eu coloquei na minha cabeça que não posso desapontá-lo, então, mesmo morrendo de preguiça eu dava o melhor de mim porque sabia que se eu pisasse na bola a primeira pessoa, depois de mim, que eu decepcionaria seria ele e não consigo aceitar isso. Na verdade faço isso como todos que gosto… principalmente com aqueles que confiam em mim de alguma maneira, eu prefiro me decepcionar à decepcioná-los. Mas porque comecei a falar disso, bom, é porque, acho que, o único motivo pra eu não ter desistido da viagem é porque não quero decepcionar as pessoas que gosto, essas que estão me dando um suporte, que acreditam em mim (mesmo eu não o fazendo) e que não se cansam de me ouvir reclamando do mundo.

Na quarta quando falei com minha mãe, depois da frase lá de cima ela disse: Você não vai desistir agora! Fez tanta coisa pra conseguir… nesses trabalhos dá-se um jeito mas você não vai desistir.

Acho que foi a melhor ordem que ela já me deu. Ela sabe que mesmo que dê tudo errado lá, se eu desistir antes de tentar jamais vou me perdoar. Acredito que, antes de uma viagem longa, como essa que será a minha, e cheia de detalhes e problemas, qualquer pessoa desanima, mas não acredito que desistir seja a melhor opção. Um amigo, uma vez, me passou esse link, onde consta a Poderosa Lição do Ninja João, eu li esse texto umas três vezes essa semana, para levantar a cabeça, resolver os problemas, seguir em frente e ser melhor. Terei que ler mais vezes, ao que parece, mas isso não será sacrifício.

keep-calm-and-carry-onNão faço a menor ideia do que fazer, para me dar uma injeção de animo, definitiva, mas estou buscando alternativas; hoje (15/12) encontrarei alguns amigos no New York Café, a partir das 19:30 (apareçam, se quiserem), para uma ‘despedida’  quem sabe eu me anime mais com a galera reunida e tal. Ainda assim acho que uma das únicas coisas que mais quero, no momento, é voltar pra casa dos meus pais e deixar de pensar, um pouco, nos problemas da viagem.

Nem sei, ainda, o porque publiquei esse texto, acho que eu só precisava “por pra fora” e acho que porque queria que vocês soubessem que nem tudo esta sendo perfeito, que as quebradas de cara ainda não terminaram e que ainda preciso muito da torcida e apoio de vocês.

Minha frase de incentivo ultimamente tem sido: “A vida as vezes nos dá umas rasteiras, mas cabe a nós meter a mão na cara dela, só pra revidar, e mostrar que quem manda nela, somos nós”

Espero quebrar a mandíbula dessa sacana, fazendo com que dê tudo certo!

 

Tags: , , , , , , , , , ,

 
%d blogueiros gostam disto: