RSS

Alemanha

25 jan

 

‘Os alemães são, realmente, um povo muito acolhedor’ Sheldon Cooper

Apesar de todo mundo falar que os alemães são estranhos, meio frios e tal eu me obrigo a concordar com o Sheldon. Até agora eu fui muito bem tratada aqui na Alemanha, salvo uma ou outra ocasião, mas isso tem em qualquer lugar. Em todos os estabelecimentos, seja aeroportos, restaurantes, bares, padarias e mercados eu senti que as pessoas aqui fazem um esforço para te ajudar. Em algumas lojas que cheguei eu tinha que fazer perguntas e, bom, algumas vezes eu estava sozinha. Meu alemão é uma porcaria, eu jamais entenderia o que eles iriam falar, a solução foi chegar na vendedora e falar, em alemão – Me desculpe, eu não falo alemão, você fala inglês? – nunca falhou, sempre fui bem atendida e se a pessoa com quem eu tinha conversado primeiro não falava inglês eles tinham o cuidado de encontrar algum colega que falasse, pelo menos um pouco, para me ajudar.

Quando cheguei aqui, estava tudo prontinho, a minha espera, casa, buscar na estação, tudo certinho, então foi tudo muito lindo, não esquentei a cabeça com nada.

Logo que cheguei fomos dar uma volta em um dos pontos turísticos aqui de Karlsruhe, eu gostei, estava cansada e tudo mas achei muito bom, depois disso viemos para casa para eu poder descansar um pouco, a noite nós saímos e fomos numa cervejaria muito legal que tem aqui e, por incrível que possa parecer, eu não tomei cerveja nenhuma. O Lucas pediu, para mim, um Apfelsaft; aí me chega uma caneca de cerca de um litro de suco de maçã e, cara, o suco de maçã daqui é muito bom; eu nem lembrei da cerveja porque aquele suco estava incrível. Talvez por ter sido o primeiro que eu tomei né, mas ainda assim ele estava destruidor demais para eu abandoná-lo e pegar uma cerveja.

No dia seguinte a minha chegada eu fui viajar para Heidelberg essa viagem também foi muito interessante, nós andamos a cidade toda, tirando fotos, visitamos o castelo etc, foi legal, e nessa viagem eu conheci duas pessoas com quem estou convivendo bastante aqui.

Passamos o ano novo em Berlin e foi sensacional, acho que já falei de Berlin, ficamos na casa de uma família que nos tratou muito bem e que foi muito legal, em todos os aspectos, conosco. O único ponto chato de Berlin foi eu ter esquecido a câmera fotográfica em Karlsruhe.

Mas o que importa mesmo, para mim, não estão sendo as viagens nem nada, elas são muito legais e acrescentam muito no entanto até agora achei que a parte mais legal da viagem é estar se virando. Arrumar o quarto, fazer a própria comida, definir horários, essa parte de ‘morar sozinha’ esta sendo a parte que mais gosto, se der merda a única culpada sou eu e acho isso muito bom.

Sempre tive essa vontade de ser independente, parar de depender dos meus pais para tudo, claro que você cresce e percebe que ainda vai depender deles por muito tempo, financeiramente, maaaas conseguir ir se virando por aqui já esta sendo uma espécie de vitória. Sou grata aos meus pais pela ajuda que eles tem me dado em toda essa aventura mas é muito bom começar a aprender a caminhar com as próprias pernas. Esses dias fizemos um risoto ao molho gorgonzola que ficou assustador de tão bom, para dois iniciantes, que somos eu e Lucas. Fizemos, também,  lasanha, torta salgada, torta de limão, bolo de chocolate entre outras aventuras culinárias que estamos enfrentando. Quarta feira faremos um jantar brasileiro, com feijoada, para a galera daqui, esperamos que tudo corra bem e que gostem da nossa comida.

Apesar de muita gente reclamar de ter de fazer essas coisas, de não ter mais a mãe por perto e tudo, na boa, eu não me pego reclamando, estou achando isso muito bom e tenho certeza que só trará benefícios para mim. Acho que acabamos dando mais valor as coisas e controlar melhor, tanto nossos gastos quanto tempo e por aí vai.

Se bem que eu estou falando da estadia na Alemanha, que foi tudo perfeito, tinha casa, comida, namorado, amigos…. tudo para não ficar, nem se sentir sozinha, e perdida, os problemas começaram a aparecer na ida para Portugal…

Leia a segunda parte aqui e, se precisar, o início você encontra aqui e aqui.

Anúncios
 

2 Respostas para “Alemanha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: